Análise conduzida pela Ookla conclui que o modem da Qualcomm, integrado em grande parte dos flagships Android, é mais rápido no upload e no download, ao mesmo tempo que oferece menos latência.

A rivalidade entre os dois maiores ecossistemas móveis do mundo é tema central de muitos debates inflamados que ocorrem online e offline, mas apesar de ambas as partes terem bons argumentos a seu favor, há pelo menos um detalhe factual, em que o Android se sobressai substancialmente. Falamos da velocidade do modem do smartphone que, de acordo com a Ookla, é largamente superior nos smartphones com o sistema operativo da Google.

A empresa, responsável por vários serviços que analisam e comparam a velocidade da internet (Speedtest.net, por exemplo), conduziu um pequeno teste que opôs o Intel XMM 7480, do iPhone X, ao Qualcomm X20, integrado em muitos flagships Android, como é o caso do recente Samsung Galaxy S9. A conclusão foi clara, uma vez que o modem da Qualcomm ultrapassou o concorrente em quase todas as variáveis analisadas.

Com base nos serviços de dados de várias fornecedoras norte-americanas, como a T-Mobile e a AT&T, a Ookla verificou que a velocidade de download era entre 40% a 53% superior nos telefones Android. Graças ao chip Snapdragon 845, também ele da Qualcomm, a latência verificada neste ecossistema foi inferior aos registos alcançados pelo iOS em cerca de 32%.

No que toca ao upload, a tecnológica afirma que o modem X20 conseguiu atingir velocidades 20% mais rápidas do que o mesmo componente do iPhone X.

Note que apesar de ser clara a superioridade do Android no que toca à velocidade com que é feito um download ou um upload, a verdade é que a qualidade da internet que tem no seu telefone está dependente de muitos outros elementos, como é o caso da cobertura da sua operadora e da largura de banda disponível.

Contudo, se está à procura de um smartphone novo e a velocidade de navegação online é uma das suas primeiras preocupações, talvez um dos Androids mais recentes seja a aposta mais acertada a fazer. Recorde-se, no entanto, que a Bloomberg noticiou recentemente que a Apple vai deixar de utilizar chips da Intel nos seus smartphone. A confirmar-se o rumor, talvez esta mudança consiga colocar a empresa da maçã no mesmo patamar da concorrência, no que toca à internet.